Pedofilia Virtual: um caso real





A pedofilia é uma mazela que pode atingir a qualquer pessoa ou família, quando eu tinha por volta de uns seis ou sete anos, tinha um homem de seus mais de quarenta anos de idade, que quando eu e meus amigos passávamos na frente de sua casa, ele mexia em seu órgão genital e mostrava para gente, isso era repetidamente, durante um curto período de tempo, mas em alguns dias, não iria, mas acontecer, ele tinha sido assassinado, em nossa cabeça de criança tinha sido um alívio, não chegou a abusar de nós, mas de certa forma assustava, alguns falavam que era louco, mas na verdade acredito que todo pedófilo tem algum problema mental.  Não importa que seja real ou virtual devemos combater.

O relato a seguir é de um pai que não quis aparecer e respeitando a sua vontade, iremos contar sobre o problema enfrentado em sua família e como não se calar pode ajudar muitas pessoas. Espero que goste e que possamos tomar todos os cuidados possíveis para proteger nossos filhos, sobrinhos ou netos de sofrerem qualquer de abuso sexual, não esquecendo que para ser considerado estupro (Nada mais é do que o constrangimento ilegal voltado para uma finalidade específica, consistente em conjunção carnal ou outro ato libidinoso), não precisa ocorrer o ato em si.

Segue o depoimento emocionado do pai  J.L.S.:

Então, há algum tempo eu tinha sido alertado por uma mãe em uma foto. E acabei excluindo a foto. Mas pensei que não fosse acontecer comigo. O fato é que somos um prato cheio pra esse tipo de gente. Gostaria de participar sim, mas de forma anônima. Não vou divulgar esse fato no Instagram, apenas as medidas de segurança.

Você imaginou algum dia um caso de pedofilia chegar à sua família, mesmo sendo virtual?

Não, e me senti um tanto vulnerável por causa disso. O fato é que na alegria da paternidade, em divulgar os momentos e registrar as felicidades de ver nossa cria se desenvolver, existem pessoas que se aproveitam desses momentos e transformam em coisas que a sociedade não consegue entender.
Qual sentimento e como  você se sente como pai, diante de uma situação tão triste e preocupante como essa?

Por um momento me senti irresponsável por expor tantos momentos assim, com a ideia de que "a felicidade transmite felicidade". Mas agora, totalmente consciente da situação eu sinto desprezo por esses tipos de pessoas. Entendo que não sou o primeiro, e nem o último. Mas foram tomadas providências pra que isso não aconteça novamente. O sentimento poderia ser de fúria, mas como esse é um mal que não acaba, prefiro ser consciente e proteger a minha família.
Relata para nós o que ocorreu e quais medidas você tomou e se acionou a delegacia de crimes virtuais?

O contato foi feito no Instagram da minha esposa, por intermédio de uma conta que podemos julgar como fake. Informando que as fotos da minha filha são pirateadas em sites de pornografia infantil, da qual estão sem roupa para as pessoas intituladas como Pörner*. O mesmo informou que as fotos poderiam ter sido encontradas na conta principal, e que providências teriam que ser tomadas, como por exemplo: deixar a conta privada. Já acionei a Delegacia de Crimes Virtuais e denunciei duas contas suspeitas por outros sites como o SaferNet. Também deixei a conta como privada, e exclui todas as fotos da minha filha. Uns podem considerar uma medida radical, mas a minha prioridade agora é a integridade dela no futuro. J.L.S.

* Relativo aqueles que gostam de pornografia.

O que achou do relato e qual sua opinião sobre o tema?



Comentários
20 Comentários

20 comentários:

  1. Um ato criminoso que está longe de acabar.
    Parabéns pela postagem Nicácio...

    ResponderExcluir
  2. Parabéns amigo Nicácio pelo post, temos que tomar cuidado e tenho a certeza que esse post vai ajudar muitas pessoas a terem mais cuidado. Ao amigo que sofreu esse abuso eu oro pra que Deus lhe dê forças e o abençoe por nos alertar.
    Leandro @pai_de_2

    ResponderExcluir
  3. Muito triste essa realidade que infelizmente existe, e está aí, com todos sujeitos a sofrer essa atrocidade com nossas crianças.
    Meu IG foi alterado para privado também por este motivo. Este post ajuda muitas pessoas que imaginam que jamais isso ocorrerá com elas a abrir mais a mente e se precaver i possível para evitar parabéns Ao blog pela publicação!!

    ResponderExcluir
  4. É muito importante este relato para alertar todos nós. Acredito que com o tempo vamos conseguir desenvolver mais sistemas de segurança da informação na internet para não deixar que este tipo de coisa aconteça. Já estão desenvolvendo formas de reconhecimento inteligente das imagens - como o que o facebook tem, hj é quase impossível postar uma foto pornografica na rede. Alguns outros sites e apps como o snapchat impossibilitam o print screen do conteúdo. São medidas que podem ser popularizadas em outras redes e se tornar um "opcional de privacidade" vc escolhe o quão pública vc quer aquela imagem. Enfim, vejo um futuro pela frente e a conscientização é o início para a mudança. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  5. Caramba que história hem? Não parece mais o que mais deve acontecer é isso sabia. Coisa horrenda que fazem. Infelizmente todos nós estamos à mercê desses marginaoas. Cabe a cada um denunciar e fazer valer a lei. Ou melhor, tentar né. Muito triste essa história... Ótima abordagem do blog. Servirá de alerta para todos... Parabéns... Sou fã do blog.

    ResponderExcluir
  6. Ótimo post! Tenho muito receio desse tipo de crime. Evito fotos do meu filho sem roupas, mas sei que podem usar o rosto dele e corpo de outra criança! Ótimo alerta! Quando vejo fotos de crianças peladas, alerto os pais. A internet é muito vulnerável!

    ResponderExcluir
  7. Nossa, é algo que não gosto nem de pensar, mas é muito importante a atenção dos pais.

    ResponderExcluir
  8. Por isso mantenho todos os meus perfis de redes sociais privados, so adiciono quem realmente conheço, peço que não compartilhem fotos do meu filho e não coloco fotos do Joao sem roupa, de cueca ou algo do tipo. Triste, mas nao sabemos o uso que farão disso. Muitos me chamam de chata na familia, mas estou preservando a imagem do Joao.

    ResponderExcluir
  9. Não gosto sem de pensar. Me tremo por dentro. Que Deus proteja nossos filhos e nós sempre atentos para qualquer situação estranha

    ResponderExcluir
  10. Show de Bola o post ;)

    ResponderExcluir
  11. Ótimo post, infelizmente muito difícil de acabar com esse crime.. Morro de medo.. Que Deus nos proteja

    ResponderExcluir
  12. Devemos estar sempre alertas né, as vezes pensamos que não pode acontecer com a gente .

    Michele Gobbato - Espaço das Mamães

    ResponderExcluir
  13. Poxa vida! Queria saber o que acontecerá depois... Será que descobriram quem fez isso?! É muita maldade fazer isso com uma criança!

    ResponderExcluir
  14. Que perigo! Temos que ficar mesmo atentos! @caroleassinhazinhas

    ResponderExcluir
  15. Nossa q medo aí da bem q ele foi alertado ....

    ResponderExcluir
  16. Essa realidade é muito triste! E o pior é que, infelizmente, todos nós estamos sucetíveis a isso!

    ResponderExcluir
  17. Devemos tomar muito cuidado pq esses "seres" estão por aí. Não consigo entender essas mentes doentes que fazem isso. Bom alerta!

    ResponderExcluir
  18. Nossa muito bom o post, como pais devemos ficar atentos as crianças quando usam computadores. Nunca se sabe quem podem estar conversando com eles do outro lado da tela.

    ResponderExcluir
  19. Uma realidade muito triste Nicácio, eu gosto de privar o meu filho. Não tenho foto dele nas redes sociais por isso, para preservar a integridade dele.
    Obrigada por compartilhar essa história.
    Mari
    Vamosmamaes.blogspot. com.br

    ResponderExcluir