Bayer lança suplementos vitamínicos Redoxitos®+


Bayer aumenta portfólio de suplementos vitamínicos e lança Redoxitos®+

Novo produto para crianças de 4 a 10 anos possui tripla proteção à base de vitaminas C, D e zinco
Mães e pais se preocupam constantemente em zelar para que as crianças se alimentem bem e, consequentemente, tenham um bom desenvolvimento de suas capacidades físicas e mentais. Pensando em auxiliar ainda mais as famílias a cuidar das crianças nesse período importante de desenvolvimento, quando todas as funções do organismo têm que estar 100%, permitindo que eles brinquem e se divirtam normalmente, Redoxitos® apresenta Redoxitos®+: suplemento vitamínico à base de vitaminas C, D e zinco.

Com tripla suplementação e um mix de sabores que inclui laranja, morango e papaia, Redoxitos®+possui em sua formulação nutrientes que ajudam a proteger o sistema imunológico da criança, principalmente nos momentos em que ela mais precisa, por exemplo, na volta às aulas, no início do inverno ou em qualquer situação na qual o sistema imune tenha que estar em excelente funcionamento.

Redoxitos®+ pode preencher as eventuais necessidades alimentares das crianças com relação a esses nutrientes, principalmente na delicada fase de crescimento. A vitamina C, além auxiliar no processo de cicatrização dos tecidos (feridas e escoriações), tem papel importante no sistema de defesa do organismo. A vitamina D, conhecida por seu desempenho na formação dos ossos e dentes, também é importante para o adequado funcionamento do sistema imunológico. Já o zinco atua em diversas funções do organismo e também tem atuação importante na defesa contra infecções. Dessa forma, os três nutrientes desempenham funções essenciais para não deixar o corpo vulnerável a vírus e bactérias. 

O produto chega para aumentar o portfólio da marca, lançada em 2013 no Brasil, em formato de bala de goma para facilitar a aceitação das crianças entre 4 e 10 anos. A linha tradicional conta com o suplemento de vitamina C nos sabores laranja, frutas tropicais, morango e uva.
“Percebemos a necessidade das mães e dos pais em proteger os filhos nos momentos em que eles mais precisam, por estarem com o organismo mais exposto e talvez não ter sua nutrição em dia. Redoxitos®+ possui os nutrientes essenciais importantes para a saúde das crianças, com a presença das vitaminas C, D e zinco e no formato e sabor que agrada o paladar infantil”, afirma Giancarlo Guarnieri, gerente de marketing de Redoxitos®.

O novo suplemento vitamínico já pode ser encontrado nas principais farmácias de todo o Brasil, em embalagem com 25 unidades. 
“Com a extensão da linha Redoxitos®, nosso objetivo é estar ainda mais presente na rotina das famílias, ajudando no cuidado com a saúde das crianças”, ressalta Giarcarlo. 
Ainda no primeiro semestre, a marca divulgará a comunicação do produto, que está sendo desenvolvida pelas agências JWT e W3haus. 


Sobre Redoxitos®
Em formato de gominha, possui a quantidade diária das vitaminas C, D e zinco para crianças de 4 a 10 anos. Seguindo a linha Redoxitos®, possui formato inovador e mix de sabores, com laranja, morango e papaia. O suplemento vitamínico, disponível em embalagem de 25 unidades, ajuda os pais a proteger as crianças nos momentos em que elas estão mais expostas. Contém aromatizantes. Basta uma gominha por dia para suprir a deficiência dos nutrientes. 

Bayer: Science For A Better Life (Ciência para uma Vida Melhor)
A Bayer é uma empresa global focada em Ciências da Vida nas áreas de cuidados com a saúde humana e animal e agricultura. Seus produtos e serviços são desenvolvidos para beneficiar as pessoas e melhorar sua qualidade de vida. Além disso, a companhia objetiva criar valor por meio da inovação. A Bayer é comprometida com os princípios do desenvolvimento sustentável e com suas responsabilidades sociais e éticas como uma empresa cidadã. Em 2015, o grupo empregou cerca de 117 mil pessoas e obteve vendas de € 46.3 bilhões. Os investimentos totalizaram € 2.6 bilhões e as despesas com Pesquisa & Desenvolvimento somaram € 4.3 bilhões. Esses números incluem os negócios de polímeros de alta tecnologia, que foram lançados no mercado de ações como companhia independente nomeada Covestro, em 6 de outubro de 2015. 




Recebi um presente de apresentação dos novos Redoxitos +, dois pacotes de gominhas, uma mochila e uma capa de chuva em amarelo, minha cor preferida, vejam no @amordepapaireal ;)

Para saber mais acessem o instagram da +Redoxitos® 

E aí gostaram dessa super novidade?



O pior papai do mundo?


Confesso que a cada dia que se passa, mas distante fica para mim de se chegar a fórmulas secretas e macetes corretos para criar bem o meu filho, a televisão diz uma coisa, o jornal e revista outra, os estudiosos e antenados também diferem, os avôs na maioria dos casos, estragam. 

Não pode bater? Pode castigo? Falar alto? Já ouvi pessoas falarem: filho é sorte, como ganhar na loteria. Não concordo com muitas coisas, já bati na mãozinha do meu, quando ele deu um tapa forte e certeiro no meu rosto, na verdade, não sei quando ele vai entender, só sei que ele não faz mais. Já o assustei para ele não mexer na tomada e levar um choque; já apaguei a luz para ele dormir rápido e chorou uns dez minutos e depois caiu no sono. Sou um papai terrível, por isso? Sei que muitos que estão lendo podem se identificar ou não. Tem uma receita? Acho que também não! 

Mas, eu também deixo a minha barriga se tornar um tambor e arrancar muitas risadas do tocador; faço casinha de lençol e sons de bichos e vozes engraçadas; faço muitas vezes o que não tenho a mínima vontade de fazer para proporcionar a sua alegria; sou soprador de barriga e colecionador de gargalhadas, mesmo fazendo tudo errado, querendo sempre acertar não acerto, sou ruim de mira, não tenho sorte, não jogo na loteria. 

Na verdade só tenho algo que faz qualquer papai ou mamãe se tornar especial e insubstituível para o seu filho, o AMOR, só ele para não tornar o pior papai do mundo. Concorda?


Pimpolho lança coleção Primavera Verão 2017 na 47ª edição da feira FIT





Com tema Jardim Encantado as peças são inspiradas em Alice no País das Maravilhas e Mogli: o Menino Lobo


Papais e mamães, não deixem de ir! A Pimpolho dispensa comentários, são produtos excelentes e lindos.

A marca referência na comercialização de produtos para as primeiras fases do bebê apresenta sua coleção Primavera Verão 2017, na FIT – Feira Internacional do Setor Infanto Juvenil, Teen e Bebê, que será realizada de 3 a 6 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo.

O maior evento de moda infanto-juvenil da América Latina antecipa tendências Primavera Verão do mercado infantil. A Pimpolho marca presença nesta edição com um stand repleto de lançamentos, entre eles a linha de calçados, de alimentação, vestuários, brinquedos e acessórios.

Segundo a Diretora de Estilo da Pimpolho, Gabriela Brito, “A nova coleção teve como ponto de partida alguns movimentos internacionais que influenciaram diretamente a moda e, principalmente, a moda infantil, como a obra ‘Alice no País das Maravilhas’, de Lewis Carroll, que em 2015 completou 150 anos, e tem estreia do filme baseado no livro ‘Alice Através do Espelho’, prevista para este ano no Brasil”.

Outro lançamento previsto para 2016, que também influenciou no desenvolvimento da coleção Primavera Verão da Pimpolho é o filme ‘Mogli: o Menino Lobo’, baseado na clássica animação da Disney. Nascendo assim o tema da coleção “Jardim Encantado”, que propõe uma combinação de realidade e fantasia, bem característica do universo infantil, já que os pequenos estão ligados ao conceito lúdico, que desenvolve o aprendizado por meio de jogos e brincadeiras.

Estampas exclusivas de folhas e flores combinadas com a cartela de cores composta por cenoura, pinkbarbie, branco, amarelo banana, verde Amazônia e azul jeans dão tom à coleção. Os produtos foram coordenados criando uma sincronia de bodies, meias e calçados, com a temática na peça toda ou em detalhes como nas palmilhas dos calçados, detalhes dos bodies e bordados de acessórios. “Sem dúvida, a principal aposta é na linha Colorê, que vem colorida e bem completa, com sandálias e sapatilhas divertidas e premium”, completa Gabriela.

Os produtos foram desenvolvidos com materiais macios, leves e flexíveis para proporcionar conforto, bem-estar, proteção e bom desenvolvimento para as crianças. A segurança também é um ponto importante para a Pimpolho, portanto calçados e meias anti-derrapantes fazem parte do portfólio da marca, assim como produtos com certificado ISO 9001 do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), selo IBTeC (Instituto Brasileiro do Couro, Calçado e Artefatos) e certificados pelo Inmetro em todos os brinquedos.

SERVIÇO:
FIT 2016 - FEIRA INTERNACIONAL DO SETOR INFANTO JUVENIL, TEEN E BEBÊ
Endereço: Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo
Data: de 3 a 6 de junho de 2016
Horário: dias 3, 4 e 5 de junho das 10h às 19h. Dia 6 de junho das 10h às 17h.

Sobre a Pimpolho
A Pimpolho, marca infantil fundada em 1962, é uma referência na comercialização de produtos para as primeiras fases do bebê. A empresa brasileira produz diariamente 20 mil pares de calçados que são distribuídos pelos pontos de venda em todo território nacional. Além do setor calçadista, atua no mercado de vestuário com as linhas de bodies, meias, meias-calças, chapéus, joelheiras e pantufas. Hoje a marca está presente em todo o Brasil e no exterior em mais de 40 países.

O design dos produtos Pimpolho é desenvolvido por uma equipe de estilistas especializada e que está em permanente sintonia com as novidades apontadas pelos mercados nacional e internacional, por meio de pesquisas técnicas de novos materiais, estilos e tendências. Na fase de produção dos calçados, os produtos são elaborados com materiais macios, leves e flexíveis para o total conforto das crianças. Os brinquedos e acessórios infantis compõem o mix de produtos da marca.

A Pimpolho aposta na mais alta tecnologia e segue um rigoroso controle de qualidade. Os produtos possuem o certificado ISO 9001 do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) e todos os brinquedos são certificados pelo Inmetro. Garantia de segurança para os bebês e de tranquilidade para as mamães.

PIMPOLHO
SAC: (27) 2104-0555



Angry Birds™ O Filme é a nova atração do McLanche Feliz.








A partir do dia 4 de maio, os restaurantes McDonald’s disponibilizam a nova campanha do McLanche Feliz, cuja nova atração é o Angry Birds™ O Filme. A nova campanha do McLanche Feliz contará com 14 brinquedos inspirados nos personagens do filme Angry Birds™, animação que estreia nos cinemas brasileiros no dia 12 de maio e conta, de maneira bem-humorada, a história de Red, Bomba e Chuck, que viviam isolados da comunidade de pássaros felizes devido às suas personalidades peculiares. Essa novidade do McLanche Feliz, disponível em todos os restaurantes McDonald’s a partir de 4 de maio, inclui quatro personagens com diversas funcionalidades e 10 divertidos lançadores com alvos. Os brinquedos prometem ser uma ótima opção para promover o entretenimento e a diversão em família!














E aí, o que acharam da novidade? Angry Birds: O Filme vai chegar aos cinemas brasileiros no dia 12 de maio.







Entrevista Mônica Salgado


Mônica Salgado, que na verdade é um doce de mãe, casada com cantor Afonso Nigro, mamãe do Bernando e Mely, conta sobre família, lembranças de infância e carreira nessa entrevista cheia de amor e mostra que a maternidade pode ser cheia de Glamour. Não esquecendo ela é editora de redação de uma das melhores revistas de moda do Brasil, a Glamour. Um pai e uma mãe eles não precisam ser perfeitos, eles precisam ser suficientemente bons. Se eles forem suficientemente bons eles vão criar bons filhos preparados para a vida e filhos que se sintam amados e amparados”.  Mônica Salgado

Amor de Papai - Quem é a mamãe Mônica Salgado? 
Mônica Salgado - Oi querido, eu sou Mônica Guimarães Salgado Nigro, Nigro depois de casada. Tenho 37 anos, dois filhos, um cachorro e um humano, o humano é o Bernando de cinco e cachorrinho é a mely que vai fazer onze anos agora em setembro.                                                            

Amor de Papai - Quais as principais lembranças que você tem de seus pais?
Mônica Salgado - Lembrança dos meus pais eu tenho várias, com certeza, meu pai e militar né, ele é coronel aposentado da polícia militar de São Paulo. Então eu lembro muito do meu pai chegando à noite de farda em casa, eu achava aquilo tão legal. Meu pai sempre foi assim tão reto, sempre teve um discurso tão correto na vida que ele sempre foi tido pra mim como um herói. Ai eu tenho lembranças fofas assim, ele chegava em casa e cortava laranja em cubinhos (risos). Meu pai sempre gostou de cortar as coisas em pequenas porções. Ele faz churrasco, ele é o famoso churrasqueiro da família, e ele tem mania de cortar as carnes todas em lasquinhas, (risos). Aí sai todo mundo do churrasco cheio de fome porque comeu só lasquinhas (risos). E da minha mãe a imagem que tenho dela quando criança e dela muito arrumada, muito cheirosa, passava cremes, muito vaidosa minha mãe, acho que eu peguei isso dela.                     


Amor de Papai - Como você descreveria a sua infância? O que você fazia para se divertir?
Mônica Salgado - A minha infância foi muito feliz, animada, eu tenho uma família muito grande dos dois lados e a gente sempre foi muito unidos. Então os fins de semana sempre foram passados entre os dois sítios da família, no sítio da minha avó materna e no sítio da minha avó paterna. Cada fim de semana ia para um e os dois eram meio clubes, de tantos primos, tios e de gente que ia. Então foi uma infância muito animada. Eu sempre fiz muito esporte também, meu pai é super esportista até hoje, então eu acho que peguei isso dele também. Eu sempre fiz natação, balé, ginástica olímpica, então eu sempre fiz de tudo. Sempre tive essa necessidade de ter o corpo em movimento. Acho que é isso, sempre tive uma infância cercada de muito amor, eu sempre tive avós muito presentes, muito próximos, na qual eu sinto muito falta, e a presença dos avós e muito significativa na vida dos netos, ajuda a nos formar.        

Amor de Papai - Quando criança, o que você imaginava sobre sua vida adulta? Se pudesse voltar atrás, escolheria a mesma profissão?
Mônica Salgado - Olha quando a gente é criança a gente não necessariamente quer ser o que a gente se torna, mas eu acho que tem características comuns entre o sonho de criança e a carreira que escolhemos. Eu tive minha fase de querer ser professora, Paquita da Xuxa (risos), coisas do tipo, mas eu lembro que eu queria ser professora, porque eu adorava ensinar, a falar, adorava me relacionar com as pessoas e tal. Sempre gostei muito de escrever, sempre gostei muito da língua portuguesa. Minha mãe também é professora de português e acho que isso também ajudou. Se eu pudesse voltar no tempo eu provavelmente escolheria a mesmíssima profissão. Eu não consigo imaginar numa outra ocupação que me alimente tanto como essa profissão que eu tenho.                                                           
  
Amor de Papai - O que você acha de muitos pais vestirem roupas de adultos em filhos crianças e sobre essa moda de Tal pai, tal filho qual seu posicionamento?
Mônica Salgado - Eu acho que a maternidade e a paternidade são exercícios tão pessoais assim que é tão difícil a gente julgar. Eu acho que quando nos tornamos pai ou mãe, é um exercício de autoconhecimento tão grande, assim, vem sua história, vem nesse pacote a sua relação com seus pais, é tanta coisa envolvida que não dá pra analisar essa questão de forma simples. Ah, eu sou a favor, eu sou contra. Eu acho que é muito legítimo que as pessoas exerçam a maternidade e a paternidade, claro dentro dos limites da lei e do bom senso e tudo mais, mas dentro do conjunto de valores que eles acreditam, então, acho que há abusos né, mas não estamos falando de casos extremos e doentes, estamos falando de casos comuns, e eu não vejo problema, acho que as pessoas sabem o que é melhor para seus filhos e temos que respeitar esse posicionamento.                   


Amor de Papai - Conte-me sobre o nascimento de seu filho? E a relação de vocês mesmo com dia a dia corrido?
Mônica Salgado - Bom, meu filho nasceu no dia 20.12.2010, 5 dias antes do Natal, eu não consigo imaginar o dia mais emocionante pra vida de uma mulher, porque você chega na maternidade com uma barriga e sai com um bebê, seu filho, aquele elemento que vai transformar sua vida profundamente e acho que é das únicas decisões que tomamos na vida que são eternas, você não tem como voltar atrás. Você não tem como, enfim, se livrar dessa realidade. É realmente uma decisão pra vida toda. Talvez seja a única que a gente toma que nos envolve aí pelo resto de nossos dias. Então é muito emocionante. Meu parto não foi como eu gostaria, como eu tinha sonhado que fosse, eu queria que fosse um parto normal, eu estava com 41 semanas de gestação, o médico achou melhor tirar, então foi uma cesárea, mas apesar de todo processo ser super frio, mecanizado e medicalizado que é a cesariana a emoção que você tem de ter seu filho no braço é única. Não importa por qual meio ele veio ao mundo. Então, eu tenho um vídeo muito lindo que foi minha cunhada que gravou o parto então é um dia que eu trago as melhores recordações.      

Amor de Papai - Quais são suas crenças? Que papel sua fé desempenha em sua vida?
Mônica Salgado – Olha eu estou em um momento que eu tenho tentando resgatar a minha fé, confesso que eu em muitos anos não acreditei muito em nada que eu não pudesse ver, ou eu não pudesse explicar, eu tenho muito essa necessidade das coisas fazerem sentido, serem racionalmente explicadas. Mas esse ano eu entrei em 2016 com uma necessidade muito grande de acreditar, de crer, de deixar essa força inexplicável tomar conta da minha vida de várias maneiras e eu estou firme nesse propósito, estou realmente mais crente, estou me abrindo para as possibilidades, eu acho que tem muitas coisas que acredito que é o poder das energias que circulam no mundo, que às vezes nos fazem nos sentir muito bem diante de alguém ou muito mal diante de alguém, então tudo isso eu acredito, então eu venho trabalhando isso dentro de mim. Eu sou católica, nasci católica mais não sou praticante, não frequento a igreja, mas gostaria de encontrar uma fé sabe pra chamar de minha. Estou nessa busca.        



Amor de Papai - Como você descreveria a relação do seu esposo na criação do filho de vocês?
Mônica Salgado - O Afonso é um pai assim, fenomenal, de verdade, eu não estou falando isso porque estou dando essa entrevista, eu acho que ele tomou pra ele um papel muito protagonista na criação do Bernardo desde quando ele era bebê, e hoje ele é um pai em termos até de quantidade de tempo ele passa muito mais tempo com o Bernardo do que eu, porque o trabalho dele é muito mais flexível e ele trabalha muito de casa e tal. Então ele é assim um anjo na nossa vida. Um pai muito precioso que o Bernardo tem a sorte de ter.                                                    
Amor de Papai - Como você gostaria que as pessoas no futuro se lembrassem de você?
Mônica Salgado - Nossa que pergunta difícil, como eu gostaria que as pessoas se lembrassem de mim no futuro? Depende de quem né, as pessoas que me conhecem, as pessoas que não me conhecem, não sei. Acho que pro mundo as pessoas nas quais eu não convivo, eu gostaria de ser lembrada como uma jornalista assim visionária, corajosa, que implementou mudanças importantes na maneira com que elabora seu veículo de comunicação, na maneira com que relaciona com seus leitores, então, estabelecendo uma nova maneira de ser, fazer, de se relacionar, de atuar, eu acho que eu gostaria de ser lembrada dessa forma e para as  pessoas que eu convivo, é, não sei, a gente tenta sempre melhorar porque a gente sabe que temos milhões de defeitos, mas eu sei que sou lembrada sempre como uma pessoa muito animada, energética, eu gosto de falar, eu gosto de festa, então eu sei que na família eu tenho essa fama.    
                


Amor de Papai - Qual pergunta nunca lhe fizeram em uma entrevista e o que responderia?
Mônica Salgado Nicácio cada pergunta difícil, o que nunca me perguntaram em uma entrevista? Ah bilhões de coisas (risos), sei lá, nunca me perguntaram por exemplo sobre meu signo, que a gente estava falando em fé, eu acredito super em astrologia, e eu sou libriana com ascendente em aquário, e lua em virgem, e eu tenho uma identificação total com essas características astrais me proporciona,  e eu sou Librianassa, com L maiúsculo. Então todas as características boas e ruins do signo acho que eu tenho bem exacerbadas, é o senso de justiça, a necessidade de às vezes aprovação social, a necessidade de convivência social, gosto muito de gente, de estar cercada de gente, o senso estético, eu preciso estar cercada de coisas organizadas, de coisas nos seus devidos lugares, assim, a bagunça externa ela me bagunça internamente, eu preciso ter uma organização dentro de mim e isso é muito característica do libriano.                      


Amor de Papai - Deixe alguma mensagem especial para nossos leitores nas redes sociais e no blog Amor de Papai?
Mônica Salgado - A mensagem que posso deixar, é uma mensagem que é pé no chão. A paternidade e a maternidade como eu falei, além de ser a principal ferramenta de autoconhecimento que o ser humano tem ao redor dele, na vida, eu acho que a paternidade e a maternidade tem que vir acompanhada de mais realidade e menos idealização. Eu acho que são coisas bastante idealizadas por todos nós, a gente tem conceitos bastante enraizados dentro da gente de como e, de como deve ser, e quando a gente não corresponde sentimos uma culpa horrorosa, e acham que pais é mães eles não têm que ser perfeitos?!? Aliás, tá ai uma coisa que é impossível de acontecer porque ninguém e perfeito. E não devem buscar essa perfeição, eu acho que o pai e a mãe que se julgam perfeitos eles são muito nocivos para a criação dos filhos. Acho que devemos preparar nossos filhos para o mundo com amor, com correção de caráter, de moral, mas a gente tem que preparar eles para o mundo real, não adianta colocar eles em uma redoma, não adianta a gente exigir esse tipo de coisa. Então eu acho que a idealização atrapalha demais o exercício fluído, amoroso, orgânico, gostoso da maternidade e da paternidade. A gente explode uma vez perdida, temos muito menos tempo do que a gente gostaria de ter, eu acho que a gente falta em algumas ocasiões, mas ao mesmo tempo é isso, quando estamos juntos, estamos juntos sabe, um pai e uma mãe sabem o que isso significa, então eu acho que a minha mensagem é essa. Vamos nos afastar dessas figuras idealizadas e vamos nos aproximar da figura real. Um pai e uma mãe eles não precisam ser perfeitos, eles precisam ser suficientemente bons. Se eles forem suficientemente bons eles vão criar bons filhos preparados para a vida e filhos que se sintam amados e amparados. Beijos!


Obrigado, Mônica por participar de nosso blog e um grande abraço.